Alternative Text

Qual a vantagem de usar um óleo sintético?

A escolha do óleo indicado para o seu motor é crucial para a sua fiabilidade e durabilidade.

Deve-se ter sempre em vista a qualidade do lubrificante como o garante da sua boa performance no desempenho das suas funções principais:

Lubrificação (redução do atrito entre peças e redução do desgaste);

Refrigeração (dissipação do calor entre partes em funcionamento);

Estanquidade (não permitir a passagem de gases de combustão entre peças);

Limpeza (garantir a limpeza do circuito de lubrificação de contaminantes e depósitos);

Anti corrosão (evitar a corrosão das peças do motor);

Transmissão de força hidráulica.

Existem três tipos de óleos de base:

– Óleos de base mineral;

– Óleos de base semissintéticos;

– Óleos de base sintéticos.

Os óleos minerais são refinados a partir de petróleo bruto ou óleos reciclados.

Os óleos semissintéticos são uma mistura de óleos minerais e base sintética.

Os óleos sintéticos são completamente construídos quimicamente, ou utilizam na sua constituição uma percentagem de base sintética muito elevada (superior a 80%).

 

Devido às evoluções tecnológicas no design dos motores nos últimos 10 a 15 anos, temos testemunhado uma forte evolução para óleos semissintéticos e sintéticos.

No passado, você poderia usar um óleo mineral para todo o tipo de motor. Mas os motores mais recentes já não admitem este tipo de óleo.

Antes de explicar as vantagens dos óleos sintéticos, temos de compreender a importância a nível da sua base química – o óleo de base:

O óleo de base definirá a viscosidade do lubrificante e a espessura do filme lubrificante em serviço.

A espessura do filme lubrificante é muito importante, pois tem de ser fino para rapidamente alcançar todas as peças do motor, mas não fino demais para que este possa proteger contra o desgaste as peças do motor.

A dificuldade aqui é que a viscosidade do óleo é muito suscetível a fatores externos, especialmente a mudanças de temperatura. Quando a temperatura aumenta, o óleo ficará mais fluido. Quando, por outro lado, houver uma diminuição na temperatura, o óleo ficará mais espesso.

Os óleos base sintéticos são gerados por certos processos químicos que os fazem funcionar melhor graças à sua consistente estrutura molecular e pureza. Devido ao tamanho e forma consistentes das moléculas, haverá menos atrito entre as superfícies metálicas.

Além disso, os óleos sintéticos são mais resistentes às mudanças de temperatura e processos de oxidação, o que significa que eles vão durar mais tempo garantindo um desgaste inferior.

Os óleos de base sintéticos são de uma qualidade muito superior à dos óleos minerais de base.

Os motores mais recentes exigem este tipo de óleos de alta qualidade para formar, em combinação com os seus aditivos, um lubrificante de alta qualidade.

Em suma, ao usar um óleo sintético garante-se:

Melhor desempenho em temperaturas extremas de serviço;

Melhor estabilidade química;

Diminuição do consumo de óleo por evaporação;

Resistência à oxidação, degradação térmica, e resíduos de hidrocarbonetos;

– Possibilidade de intervalos de manutenção alongados, com o benefício ambiental dos resíduos de óleo;

– Maior economia de combustível;

Melhor lubrificação durante o tempo frio extremo devido à menor resistência ao escoamento do óleo;

Proteção superior contra a formação de depósitos e resíduos no motor.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *